O Cérebro Gamer é Diferente

Posted by:

Um estudo belga afirma que há uma correlação direta entre o tempo gasto jogando e o tamanho da massa cerebral diretamente atribuída aos sentimentos de recompensa e satisfação.

A má notícia é que, de acordo com o estudo, os jogadores freqüentes têm a mesma sensação de recompensa dos apostadores patológicos. O estudo descobriu que quando um jogador “perde”, os centros de recompensa de seu cérebro são ativados, dispersando dopamina no sistema, incentivando-o a ignorar a derrota e continuar jogando.

Cérebro Gamer

Muito parecido com os apostadores, os jogadores freqüentes tem um estriado ventral – conhecido como o “centro de recompensa do cérebro” – maior do que o dos outros entrevistados. Então, da próxima vez que alguém disser que o jogo torna você estúpido, você pode sacar o seu estriado ventral e mostrar-lhes uma coisa ou duas.

O estudo, que foi realizado através do monitorando de exames de ressonância magnética durante testes destinados a avaliar as reações em situações de ganho/perda, não estava procurando especificamente as relações entre jogadores e apostadores compulsivos, mas observou que as evidências indicam uma forte possibilidade de correlação entre os dois.

O trabalho de pesquisa mencionou que o jogo pode representar uma opção menos destrutiva para medir o impacto e os efeitos da dependência sobre o cérebro humano. Um método menos prejudicial do que, digamos, dar aos objetos da pesquisa uma garrafa de whisky.

Fonte.

0
  Artigos Relacionados

Add a Comment