Review: Midgard

Posted by:

Introdução

                Todo Järl busca batalhas durante sua vida, tudo para morrer dignamente e ir para a glória eterna do Valhalla. Mas para isso, ele deve juntar suas tropas e ir atrás de desafios e batalhas com outros Järls para ser um Lord Viking de renome.

Midgard 01

Tema

                O jogo foi produzido pela Conclave, criado por Cristiano Cuty e Fernando Scheffer, com as artes de Flávio Augusto Ribeiro.

O tema é bem interessante e a mecânica coerente. Ao ler o manual parece ser muita coisa, mas ao desenrolar dos turnos ele fica extremamente fácil. Basicamente, o jogador forma sequencias de cartas, que serão suas tropas, com isso ele poderá viajar e batalhar pelos 9 mundos míticos. Com batalhas e desafios vencidos, o jogador obtêm renome, ao final do jogo, o Järl mais renomado vence.

 

Componentes

                Midgard é um jogo lançado por financiamento coletivo, isso viabilizou que o jogo base já viesse preparado para receber as expansões. Então a caixa é bem maior do que o necessário para os componentes básicos que são: Tabuleiro, 122 cartas de jogo, 192 cartas (3 baralhos diferentes), 50 moedas e meeples.

A qualidade dos componentes é satisfatória, as artes são originais.

 

Gameplay

                As regras são extensas, mas vou resumir os passos do jogo para você ter uma ideia de como é, mas não exatamente sair jogando.

O tabuleiro, além da representação dos mundos, indica lugares para os baralhos, isso é muito bom para a organização. Além dos textos, tem muitos símbolos para agilizar o entendimento.

Pra iniciar, coloque o tabuleiro e os baralhos nos lugares indicados, distribua 9 cartas de jogo e 6 moedas para cada jogador, abra 6 desafios e pronto, só iniciar os turnos dos jogadores e prosseguir até que as estações dos anos acabarem.

 

O turno do jogador consiste em 4 fases:

1ª compra uma carta

2ª Se prepara:

– Nessa fase é possível desengajar as tropas, complementar tropas, jogar uma carta de evento.

– As cartas de tropas são numeradas de 0 a 9. Para baixar uma tropa você pode fazer um grupo de 3 ou mais cartas iguais, ou uma sequência de no mínimo 3 cartas. Em sequências não é possível repetir números, mas é possível utilizar coringas.

Midgard 06

– Um jogador pode ter no máximo 5 tropas baixadas.

3ª Investida:

– Agora é o momento de engajar tropas em viagens, batalhas ou desafios. Essas ações farão com que você possa completar as 9 cartas da mão no final do turno, além de claro, poder gerar alguns pontos de renome. Todas as ações tem pré-requisitos para as tropas poderem cumprir, é por isso que é importante ter uma estratégia na hora de baixar as tropas, pois não é regra que uma tropa grande será útil e, uma vez baixada, a tropa só sairá do jogo quando vencer um desafio.

 

4ª Espólio:

– Pra terminar, descarte uma carta e, se você viajou ou venceu algum desafio, complete sua mão até 9 cartas.

 

A grosso modo, o jogo é isso, o divertido são as batalhas, estratégias e a sorte envolvendo as cartas compradas.

Há várias outras regras menores, que farão muito pouco sentido serem explicadas aqui.  Mas com elas você pode influenciar a estratégia dos adversários, por exemplo, toda carta descartada ao final do turno pode ser comprada pelo adversário, isso acontece no final de todo turno. Você só efetivamente se desfaz de uma tropa quando vence um desafio, aí sim elas vão para o Valhalla.

 

Apesar de eu explicar resumidamente, a partida dura em torno de uma hora e meia, e isso pode depender, não só da agilidade dos jogadores, mas também das cartas de desafios que saírem, são elas que fazem as estações passarem, mas como não são todas que possuem essa habilidade e dependem de alguém que as vença, pode demorar muito mais.

 

 

Dicas 

                 Midgard conta com 4 expansões, não tive a oportunidade de joga-las, mas como citei antes, o jogo foi feito contando com elas. Então imagino que se você se divertir com o jogo base, há uma grande chance de se divertir mais com as expansões.

               

Midgard 06

Essa dica aparecerá em todas as minhas reviews. Se você tem um grupo que joga sempre e você gosta deste grupo, tudo bem, mas se conheceu qualquer jogo em um grupo não usual, antes de decidir se gostou ou não, experimente uma partida com outras pessoas. Pode parecer obvio, mas a diversão pode ser muito maior com as pessoas certas.

O número de jogadores vai de 3 a 6, mas pelo que senti,  4 e 5 são seus números bons. Em 3 fica muito vazio o tabuleiro e há poucas batalhas, porém em 6 deve demorar demais.

 

 

 

0
  Artigos Relacionados

Add a Comment