Manuscrito Dalluhn – A Primeira Versão do D&D?

Posted by:

Um manuscrito do que pode ser a mais antiga versão existente do RPG Dungeons & Dragons é parte da exposição Game Time!, exibida pelo National Museum of Play em Rochester, Nova York.

O manuscrito de 1973 foi emprestado para a exposição por Jon Peterson, um ávido colecionador de jogos e autor do Playing at the World, um livro de referência que narra a criação do Dungeons & Dragons e sua influência sobre os demais RPGs.

Manuscrito Dalluhn

O manuscrito, que leva o nome do seu proprietário anterior, Keith Dalluhn,e  é alvo de discussão acalorada dentro da comunidade gamer – não se sabe com exatidão se ele foi usado como um protótipo de testes para o Dungeons & Dragons em 1973 ou se serviu de modelo para o lançamento do produto mais acabado um anos depois. No entanto, muitos acreditam que um ou ambos os desenvolvedores do jogo, Gary Gygax e David Arneson, escreveram a peça.

Peterson diz sobre o manuscrito, “Ele capta o sistema em torno do ponto médio de desenvolvimento, já com os principais conceitos de combate e exploração de Dungeon, mas ainda carecendo de algumas características presentes na versão final, apresentando algumas variações interessantes de regras”.

Manuscrito Dalluhn

Game Time! é uma exposição permanente do National Museum of Play que apresenta itens raros e coleções de renome mundial. Uma linha do tempo principal exibe artefatos, fotografias e peças multimídia para traçar a história dos jogos de tabuleiro, cartas e RPG, de 1840 até os dias atuais.

Entre os destaques estão jogos de tabuleiro clássicos do século 19, como The Mansion of Happiness (1843) The Checkered Game of Life (1860), Game of the District Messenger Boy (1886) e Tutoom (1923).

0
  Artigos Relacionados

Add a Comment