O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings, EUA, 1978, Ralph Bakshi)

Posted by:

Vou começar dizendo que assisti sim a trilogia do anel dirigida por Peter Jackson e li os livros de J.R.R.Tolkien, menos O Hobbit (porque não achei ninguém que tivesse um pra me emprestar, re, re!), mas confesso que não sou um especialista no assunto e apesar de gostar dos filmes, não sou aquele fã ardoroso como muitos por aí. Então me desculpem se eu cometer uma gafe no texto que escrevo.

Sim, todos, ou pelo menos quase todos, já assistiram ao filme O Senhor dos Anéis, certo? Mas esse que vos escrevo é uma adaptação em animação feita na década de 70 pelo desenhista e animador Ralph Bakshi, que entre outros trabalhos fez Heavy Metal – Universo em Fantasia, baseado nas HQs da revista americana Heavy Metal, outra animação bem legal que falarei dela mais para frente.

O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings, EUA, 1978, Ralph Bakshi)

Lembro-me de ter visto esse filme quando eu era criança (10,11 anos se me lembro) num cinema que tinha aqui perto de casa, o Cine Ribalta, e achei muito legal na época, porque era a primeira vez que eu via um desenho animado “adulto” com técnicas de animação 2D e rotoscopia, que é filmar atores reais e desenhar depois por cima, ficando um trabalho bem interessante. Claro que eu não conhecia nada dos livros, mas foi um filme que me marcou muito pela história e arte.

A história vocês já conhecem e nessa animação não é diferente, porém a adaptação deste filme pega somente os dois primeiros livros, A Sociedade do Anel e As Duas Torres, o diretor tinha autorização da filha de Tolkien para filmar o terceiro, O Retorno do Rei, mas por falta de verba não pode terminar, assim juntou os dois primeiros livros em um só filme e chamou-o de O Senhor dos Anéis.

O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings, EUA, 1978, Ralph Bakshi)

Para aqueles que estão acostumados com os efeitos dos filmes de Peter Jackson, talvez achem um pouco arcaico o filme de Bakshi, mas devem levar em conta que naquela época não existiam os computadores para fazer os efeitos especiais de hoje e também curiosamente o procedimento usado por Ralph Bakshi é uma criação dos anos 20, a rotoscopia, um procedimento trabalhoso, mas que no final fica bem interessante.

Então é assim, O Senhor dos Anéis, esta adaptação de 1978, é um filme importante para fazer comparações com a nova trilogia, mas deixando de lado o preconceito que possa existir por causa das tecnologias usadas entre as duas adequações.

Pra quem interessar o filme está completo no Youtube:

0
  Artigos Relacionados

Add a Comment