A Câmara de Fichas de Sorin

Posted by:

Olá Planinauta.

Acho que está na hora de começarmos a discutir decks propriamente ditos. Então vou falar de um deck que eu acho muito simpático: W/B Tokens.

lingersouls_wall

Esse é um deck muito agro. De modo breve, a ideia do deck é colocar várias fichas em jogo (especialmente as de Espíritos, já que eles têm evasão), “bombar” elas com Virtude Intangível , e acabar rapidinho com os pontos de vida de seu oponente.

Então, vamos dar uma olhada na lista de cartas de cada tipo deque vamos precisar.

Terrenos (24):
– 6x Planície
– 4x Pântano
– 3x Câmara do Arcanjo
– 4x Capela Isolada
– 1x Quarteirão Fantasma
– 2x Pico da Caveira do Dragão
– 2x Retiro da Falésia

[nggallery id=102]

Bem, aqui tudo é mais ou menos auto explicativo. O deck é branco e preto, então precisamos de 4x Capela Isolada.

Como terreno utilitário, temos a Câmara do Arcanjo, que fará com que nossas fichas não só nos deem muito life mas também as transformarão numa ameaça: vai bloquear o toque mortífero?

Quarteirão Fantasma é muito bom para destruir utility lands, como Brejo de Nefália ou a própria Câmara do Arcanjo na partida contra o mirror deck. Vamos usar apeas 1x para não afetar a base de mana do jogo.

Pra terminar colocamos alguns Pântanos e Planícies aqui e ali e… Espere! O que esses terrenos que geram vermelho estão fazendo no deck? Essa versão tem umas surpresas diabólicas…

Criaturas (6):
– 2x Herói deBladehold
– 2x Ginete do Inferno
– 2x Monge Honrado pelo Geist

[nggallery id=103]

Como podem ver, o deck contêm poucas criaturas. Isso se deve ao fato de que a maioria das criaturas aqui serão fichas criadas por mágicas instantâneas e feitiços. Então, se vamos ter um punhado de criaturas, elas precisam ter uma boa sinergia com o resto do deck.

Quando você pensa em criatura + fichas + agro você pensa em que? Exatamente, Herói de Bladehold. Não só é uma criatura resistente (sobrevive a Incinerar) que coloca fichas em jogo (atacando, diga-se de passagem) como ele dá Grito de Guerra para todos os demais atacantes que o seguirem no combate, o que pode aumentar consideravelmente o dano causado.

Seguindo a estratégia de utilizar criaturas que colocam fichas em jogo, temos aqui o Monge Honrado pelo Geist. O Monge entra em jogo trazendo duas fichas de espírito voador, ou seja, ele já entra no mínimo uma 3/3. Dada a alta quantidade de fichas que o deck produz, ele tende a se tornar mais forte. Sua vigilância permite que ele coloque pressão no adversário atacando todo turno e ainda sendo um imponente bloqueador.

E como terceira criatura do deck… SURPRESA! Ginete do Inferno. Apesar de não colocar fichas, o Ginete entra em jogo podendo atacar. Digamos que você já tenha em jogo umas 4 fichas, você conjura o Ginete, declara ataque com todas as criaturas, e o oponente já leva 5 pontos de dano direto. Legal né? Mas ainda tem mais um motivo para o splash vermelho no deck…

Feitiços (8):
– 1x Dia do Julgamento
– 4x Reunir o Povo
– 4x Almas Penadas

[nggallery id=104]

Bem, Feitiços agora. Como o deck é de fichas, precisamos então de… fichas!

Reunir o Povo pode não parecer muito impressionante, já que coloca 2 criaturas sem evasão em jogo. Porém, com 4 cópias, é alta a probabilidade de a carta vir na mão inicial. Isso, com dois terrenos, significa que no segundo turno você já desceu 2 criaturas que, com um pouco de sorte, vão bater 4 de dano no terceiro turno, auxiliadas pela Virtude Intangível. Bom!

Almas Penadas dispensa quaisquer apresentações. A carta é tão quebradora de jogo que foi banida do formato bloco-construído, no qual só são permitidas cartas de Innistrad, Ascensão das Trevas e Avacyn Restaurada (caso contrário, só teríamos decks de fichas jogando). Por cinco manas, você coloca em jogo 4 fichas de criaturas voadoras, e pode ser parcelado (2W na primeira vez, 1B na segunda). O maior risco dessa carta é deixar ela de bobeira no cemitério e levar uma Extração Cirúrgica. Se desconfiar que o oponente pode ter essa carta, melhor esperar para conjurar a mágica e seu flashback em um único turno porque, de acordo com a prioridade de jogo, seu oponente não terá uma janela de oportunidade para fazer essa terrível mágica.

Para fechar, um Dia do Julgamento contra decks agros também e especialmente contra criaturas chatas com Resistência a Magia, como Espreitador Invisível por exemplo.

Instantâneas (11):
– 2x Lâmina da Destruição
– 2x Atacar a Jugular
– 1x Zênite do Sol Branco
– 2x Reunir os Camponeses
– 4x Assombração da Meia-noite

[nggallery id=105]

E agora, as instantâneas.

Nenhum deck preto que se preze pode ficar sem uma ou duas cartas de matança, digo, remoção de criaturas. Assim, para mantermos a versatilidade, vamos usar um split 2:2, ou seja, 2x Atacar na Jugular e 2x Lâmina da Destruição.

Bom, esse é um deck de fichas, então, nada melhor do que MAIS fichas. Seguindo na linha dos Espíritos, temos 4x Assombração da Meia-noite. Espere para conjurar essa mágica no Final de Turno de seu oponente, de modo que no seu turno, as fichas já estarão prontas para atacar. Isso é especialmente útil contra decks de controle (vai dar counter e ficar sem mana no MEU turno?). Outra importância dessa carta é realizar bloqueios surpresas contra criaturas de seu oponente, colocando as fichas em resposta à declaração de ataque e as usando no bloqueio imediato.

Uma segunda carta interessante é o Zênite do Sol Branco, que pode encher a mesa de criaturas no late game e virar uma partida quase perdida em seu favor, colocando fichas mais robustas de Gatos 2/2. Como a carta, para ser útil, é meio pesada, vamos deixar uma cópia apenas.

Por fim, a última surpresa vermelha do deck: Reunir os Camponeses. Ninguém, repito, ninguém espera que você jogue essa carta. Seu oponente vai cuidadosamente somar os pontos de dano que seu ataque irá causar e chegar a conclusão de que não é um ataque letal e deixar de bloquear para buscar uma resposta no turno dele. Ou ele irá bloquear menos criaturas do que poderia. É nesse momento que você conjura essa mágica, dando a todos os seus atacantes +2/+0. Para se ter uma ideia, vamos ficar com o exemplo de 4 fichas em jogo – ao invés de 4 de dano, você passa a bater 12 e, se você tiver 6 terrenos em jogo para o flashback, 20 de dano. Game Over. Como essa carta tem flashback, 2x devem dar um poder de fogo extra sem comprometer a base fundamental do deck.

Encantamentos (8):
– 4x Virtude Intangível
– 4x Anel do Esquecimento

[nggallery id=109]

Bem, aqui temos uma carta de suporte fundamental do deck: Virtude Intangível. Espíritos +1/+1, voadores e com vigilância? Sim, por favor! 4 cópias do encantamento no deck.

Fechando a lista de remoções, 4x Anel do Esquecimento, que se livra de criaturas chatas como Mensageiro de Geralf e também de planinautas.

Planeswalker(2):
2x Sorin, Senhor de Innistrad

[nggallery id=110]

Um deck W/B não estaria completo sem a presença do Lorde de Innistrad.

Assim, 2x Sorin, Senhor de Innistrad fecham com chave de ouro a configuração do deck.

Com sua habilidade básica, Sorin coloca mais fichas no seu Campo de Batalha que, além de ter Vínculo com a Vida (o que as torna no mínimo excelentes bloqueadores) são as únicas criaturas não brancas do deck além de Ginete do Inferno, o que pode ser importante em certos casos, como criaturas com proteção ao branco que irão furar seu bloqueio.

Se a situação estiver tranquila, Sorin pode entrar em jogo colocando um Emblema que aumento o poder de suas criaturas permanentemente em +1. Contra decks vermelhos cheios de mágicas de dano direto, deve-se ter cautela com essa abordagem, mas caso isso signifique um golpe fatal em seu oponente nesse turno, a escolhe se torna simples.

Finalmente, a habilidade ultimate de Sorin é fenomenal: remove criaturas/planeswalkers da mesa de seu oponente e lhe dá o controle delas. Vampirização em massa!

Sideboard (15):
4x Silência Pétreo
4x Expurgo Celestial
1x Dia do Julgamento
2x Magibomba Niilista
2x Extração Cirúrgica
2x Pluma de Anjo

Bom, apesar de o deck ser muito forte, ele não é invencível. Vamos ver uma lista das cartas mais temidas por esse deck:

[nggallery id=107]

Bomba de Catraca = GAME OVER para esse deck.

Assim sendo, temos de nos proteger. Dizem que a palavra é prata, mas o silêncio é ouro. Quer algo mais quieto que uma pedra?

4x Silêncio Pétreo não apenas vão impedir que a Bomba de Catraca seja usada mas também acaba com a possibilidade de qualquer Equipamento ser equipado (já pensou o oponente não poder usar nenhuma das Espadas do deck dele contra você? Chato né? ^^).

Contra o vermelho entretanto eu não vejo nenhuma carta que impeça o wipe da mesa. Assim, tem que jogar devagar contra um deck vermelho, sem se afobar para por todos os tokens que você for capaz de produzir em jogo. Se re-printarem Enfrentar os Elementos na M13, tudo resolvido, mas nãoconte com isso…

4x Expurgo Celestial são bons especialmente contra decks pretos, Obliterador Phyrexiano, Mensageiro de Geralf, entre outros. Mas remover o Titã do Inferno de jogo não é nada mal. Entra substituindo Lâmina da Destruição.

Contra decks igualemnte agros, mais um Dia do Julgamento.

Um deck cuja tendência é jogar amis e mais é o Solar Flare, um deck que se baseia em trazer criatras do cemitério direto para o campo de batalha. Isso e mais a grande quantidade de cartas com Flashback no cenário atual faz uma boa ideia ter 2x Magibomba Niilista.

Uma carta extremamente útil no sideboard de qualquer deck é Extração Cirúrgica, pois permte quebrar a base de um deck adversário, eliminando as principais condições de vitória do oponente. Assim, 2x dela.

Por último, o sideboard secreto contra o mirror deck: 2x Pluma de Anjo.  ^^

Variações:

Bom, esse deck é minha versão do W/B Tokens.
As versões mais comuns costumam incluir:
4x Viajante Condenado
2-4x Honra do Puro
2x Espada da Guerra e Paz

[nggallery id=108]

O Viajante Condenado é interessante porque entra no primeiro turno e além disso sobrevive a remoção em massa, pois deixa uma ficha quando morre.

Honra do Puro faz com que suas criaturas fiquem maiores, diminuindo a ameaça vermelha.

Por fim, a Espada da Guerra e Paz dá proteção contra duas cores muito fortes, aumenta drasticamente o dano infringido e ainda dá life.

Bom, espero que tenham gostado do nosso primeiro Deck Tech. Em breve, virão outros. Critica, comentários, sugestões? Sempre bem-vindas.

Keep Planeswalking!

Nelson DeckMaster

0
  Artigos Relacionados

Add a Comment