Irã Condena Desenvolvedor de Jogos à Morte

Posted by:

Amir Mizra Hekmati estava visitando o Irã em agosto passado quando foi e levado a julgamento pelo Tribunal Revolucionário – especializado em processos contra acusados ??de conspiração.

Amir acaba de ser condenado à morte por ter sido considerado culpado da acusação de que a CIA lhe pagou para desenvolver jogos que poderiam afetar a opinião pública sobre as políticas dos EUA na região.

Amir Mizra Hekmati

Amir é um ex-marinheiro, que se tornou desenvolvedor pela Kuma Reality Games e trabalhou em uma grande variedade de títulos para o estúdio. No entanto, segundo o Tehran Times, Amir supostamente confessou que a Kuma estava recebendo dinheiro da CIA para produzir, projetar e distribuir gratuitamente filmes e jogos com o objetivo de manipular a opinião pública no Oriente Médio.

O objetivo da empresa era convencer o povo do Irã e as pessoas do mundo inteiro de que os EUA são os “mocinhos”, e não os vilões.

Não é nenhum segredo que as autoridades iranianas não morrem de amores pelqa Kuma. Em 2006, Keith Halper – CEO da empresa, admitiu que a Kuma desenvolveu softwares de treinamento para o Exército dos EUA – mas nunca afirmou que outras organizações governamentais financiaram outros projetos.

Além disso, um dos episódios KumaWar criados pela empresa foi chamado de “Assault on Iran“. A missão dos jogadores é se infiltrar numa instalação nuclear iraniana, reunir provas de enriquecimento ilegal de urânio e sabotar as armas atômicas do país.

Assault on Iran

A Casa Branca negou várias vezes que Hekmati trabalhou ou foi enviado para o Irã pela CIA. Com base nisto, a Casa Branca vem pedindo a sua libertação desde que ele foi detido:

“As alegações de que o Sr. Hekmati ou trabalhava, ou foi enviado para o Irã pela CIA são falsas”, disse Tommy Vietor, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca. “O regime iraniano tem uma história de acusar falsamente as pessoas de serem espiões, extrair confissões forçadas e prender americanos inocentes por razões políticas.”

Não quero julgar o caráter político da questão, mas executar um homem porque ele fez jogos para computador me parece um tanto quanto exagerado…

0
  Artigos Relacionados

Add a Comment