Grandes Nomes do RPG: Ian Livingstone

Posted by:

Ian Livingstone nasceu em dezembro de 1949 em Cheltenham, na Inglaterra. É co-autor do primeiro livro-jogo da série Fighting Fantasy (O Feiticeiro da Montanha de Fogo), um dos fundadores da Games Workshop (editora da popular franquia Warhammer), empresário e visionário na industria de jogos.

Grandes Nomes do RPG: Ian Livingstone

Games Workshop

No início de 1975 Livingstone, John Peake e Steve Jackson fundaram a Games Workshop, inicialmente como uma fábrica de tabuleiros de madeira para jogos como Xadrez e Gamão. No mesmo ano Livingstone percebeu o potencial de um novo jogo lançado nos Estados Unidos e começou a distribuir na Europa o RPG Dungeons & Dragons e outros produtos fabricados pela TSR.

Os Fundadores da Games WorkshopAinda em 1975, a fim de promover seus negócios e títulos de play-by-mail, criar um clube de jogos e prover uma fonte de notícias e jogos, foi criado o boletim Owl and Weasel, substituído em junho de 1977 pela revista White Dwarf, editada por Livingstone nas suas primeiras 74 edições e publicada até hoje.

Com a direção de Livingstone e Jackson, a Games Workshop passou também a publicar seus próprios Wargames e RPGs. Obtiveram enorme sucesso através de um inovador sistema de vendas e jogos pelo correio (Play-by-mail – os MMO dos anos 70).

A empresa foi responsável pela publicação no Reino Unido de famosos RPGs americanos, como Call of Cthulhu , RuneQuest , Traveller e Middle-Earth Role Playing.

Após abrir a primeira cadeia de lojas de RPG e Wargames do mundo, as Games Workshop Stores, Ian Livingstone, Steve Jackson e Bryan Ansell fundaram a Citadel Miniatures, uma fabrica de miniaturas para RPG e Wargames produzidos pela Game Workshop, como Warhammer Fantasy Battle e Warhammer 40.000.

Nos anos 80 a Games Workshop se firma como uma das maiores empresas do setor a nível mundial e expande ainda mais suas operações, abrindo filiais e organizando eventos nos EUA, Canadá, Austrália e diversos países da Europa.

Loja da Games Workshop

Fighting Fantasy

Em 1981, Livingstone e Jackson escreveram juntos o primeiro livro da série Fighting Fantasy (também conhecido no Brasil como Aventuras Fantásticas), mas seguindo a recomendação da editora Penguin Books para produzir material “o mais rapidamente possível”, passaram a escrever os livros subseqüentes separadamente. A série já vendeu mais de 14 milhões de cópias, com Masmorras da Morte, escrito por Livingstone, vendendo mais de 300.000 cópias somente no Reino Unido.

Jogos Eletrônicos

Ian Livingstone e Lara CroftLivingstone começou a trabalhar com jogos eletrônicos ainda nos anos 1980, fazendo alguns trabalhos de design para a produtora de videogame Domark. Em 1993 ele retornou para a empresa, desta vez como membro do conselho e principal investidor.

Em 1995, a Domark se juntou a outras empresas produtoras de jogos eletrônicos e formou a Eidos Interactive Group. Com a fusão Livinstone assumiu o cargo de diretor de aquisição de produtos e contribuiu ativamente com o projeto Tomb Raider Anniversary.

Em 2009 a empresa japonesa Square Enix completou uma operação de compra da Eidos Interactive e Livinstone foi promovido a Presidente Vitalício da Eidos Europa.

Reconhecimento

Em 2002, Livingstone foi premiado pela British Academy of Film and Television Arts (BAFTA) com o Interactive Entertainment Awards pela sua extraordinária contribuição para a comunidade gamer.

Em 2006 Livingstone foi premiado com pela Ordem do Império Britânico pelos “Serviços para a industria de Jogos para Computador”.

5
  Artigos Relacionados

Comments

  1. Álvaro O Bardo  Março 12, 2011

    bem ai está um homem de visão para jogos e para o RPG gostaria que os homens de visão no Brasil tivessem o dinheiro para investir em suas visões rpgisticas

    obs: gente se puder passa lá no falando de rpg!!

    reply
  2. Ronald  Março 12, 2011

    Mesmo ainda longe do ideal, acho que estamos vivendo um momento bem bacana no mercado nacional. Se as grandes e endinheiradas empresas não querem investir no RPG, os jogadores estão pondo a mão na massa e produzindo seu próprio material. Taí o Might Blade, o Era Perdida, Rastro de Cthulhu, Busca Final e o Old Dragon… Agora basta a gente apoiar e consumir!

    reply
  3. Gilson • RPG • Educação  setembro 18, 2011

    Muito interessante!

    Gilson

    reply
  4. Salomão  Março 27, 2013

    Tudo bem que o foco do artigo é o Ian Livingstone, mas poderia esclarecer se este Steve Jackson aí é o mesmo que criou o Gurps…

    reply

Add a Comment