A Máquina de Anticítera – Reconstruída com Lego

Posted by:

A máquina de Anticítera é um artefato grego datado de 87 a.C. cujos restos foram resgatados por mergulhadores em 1901.
Partes do mecanismo eram compostas por rodas denteadas de diferentes tamanhos e cortados de forma precisa. O artefato se assemelhava a um relógio, mas isso parecia impossível, pois os relógios mecânicos só passaram a ser usados amplamente 1800 anos após a fabricação do artefato.

Máquina de Anticítera

Em 1958, o mecanismo foi analisado por Derek J. de Solla Price, um físico e historiador da Universidade de Yale. Ele acreditava que o aparelho era capaz de indicar eventos astronômicos passados ou futuros e percebeu que as inscrições no mostrador se referiam a divisões do calendário – dias, meses e signos do zodíaco. Supôs que deveriam haver ponteiros que girassem para indicar as posições dos corpos celestes em períodos diferentes.

O professor Price deduziu que a roda denteada maior representava o movimento do Sol e que uma volta correspondia a um ano solar. Se uma outra engrenagem, conectada à primeira, representava o movimento da Lua, daí a proporção entre o número de dentes nas duas rodas deveria refletir o conceito dos gregos antigos sobre as órbitas lunares.

Máquina de Anticítera

Em 1971 o mecanismo foi submetido a uma análise com o auxílio de raios gama. Os resultados confirmaram as teorias do professor Price. O aparelho era um calculador astronômico complexo. “Não existe nenhum instrumento como esse em lugar nenhum… De tudo que sabemos sobre a ciência e tecnologia na era helenística. deveríamos ter chegado à conclusão de que um instrumento assim não poderia existir.”

O mecanismo é composto por trinta engrenagens de bronze, feitas a mão, e organizadas de modo a representar mecânicamente a órbita da Lua e de outros planetas do Sistema Solar, constituindo-se no mais antigo computador analógico hoje conhecido.

O artefato é notável porque empregava, já no século I a.C., uma engrenagem diferencial, que se acreditava ter sido inventada apenas no século XVI, e pelo nível de miniaturização e complexidade de suas partes, comparável às de um relógio feito no século XVIII.

Este vídeo usa uma réplica do Mecanismo Anticítera, construída com Lego para demonstrar a incrível complexidade desta antiga máquina grega.

2
  Artigos Relacionados

Comments

  1. MAX de Filippis  dezembro 11, 2010

    que demais! a memória ram era calculada por engrenagens…

    reply
  2. Fernando Valadares  dezembro 12, 2010

    Incrível! E eu que me impressionava com a besta feita de lego…

    reply

Add a Comment