Os Filhos de Húrin

Posted by:

“Muito antes da era de O Senhor dos Anéis, Morgoth, o primeiro Senhor do Escuro, lança uma terrível maldição contra toda a família de Húrin, o homem que tinha ousado desafiá-lo frente a frente. Assim, os destinos de Túrin e de sua irmã Niënor serão tragicamente entrelaçados. A vida breve e apaixonada dos dois irmãos é dominada pelo ódio de Morgoth, que envia seu mais temível servo, Glaurung, poderoso espírito na forma de um enorme dragão de fogo sem asas, numa tentativa de cumprir sua maldição e destruir os filhos de Húrin.”

Os filhos de hurin

Os Filhos de Húrin – Capa

Os Filhos de Húrin é o primeiro livro completo e coeso de J.R.R. Tolkien a ser lançado desde o Silmarillion, em 1977.

Editado por Christopher Tolkien, o filho do homem, que gastou quase trinta anos na monumental tarefa de organizar os escritos póstumos do seu pai sobre o conto de Túrin Turambar.

A historia será familiar para os leitores das obras póstumas do autor, já apresentada com variações incompletas em O Silmarillion, Contos Inacabados e no inédito em português The Lays of Beleriand.

A história tem seu lugar na Primeira Era, seis mil anos antes dos eventos narrados em O Hobbit e O Senhor dos Anéis.

Para os leitores familiarizados com o universo criado por J.R.R. Tolkien, esta é uma era de grande fascínio e mistério: os vilões eram mais poderosos, os elfos mais numerosos, a magia se fazia mais presente e os homens eram mais heróicos. Até mesmo o paraíso terrestre de Valinor ainda era tangível.

Mas, em contraste com as histórias apresentadas em O Hobbit e O Senhor dos Anéis, de caráter mais otimista, a história de Túrin é triste, cheia de infortúnios e angústias e nos traz uma visão sombria e desesperada do mundo.

É neste cenário que o pai de Túrin, Húrin é capturado por Morgoth, o Lorde das Trevas, no Arnoediad Nirnaeth (Batalha das Lágrimas Incontáveis). Quando Húrin nega-se a dar as informações que Morgoth exige, ele é aprisionado em tortura perpétua e tem lançada uma maldição sobre a sua linhagem.

A narrativa acompanha então a historia de Túrin, um herói culpado de traição, assassinato e com o peso de uma maldição sobre si e as tragédias que acompanham seu caminho.

Assim, apesar de ser um grande guerreiro e da linhagem de grandes heróis, seu caráter orgulhoso e violento faz tudo o que ele toca se virar contra ele.

Se isto é o resultado da maldição de Morgoth ou da imprudência do próprio Túrin, caberá ao leitor decidir.

1
  Artigos Relacionados

Comments

Add a Comment